Woman receiving a facial treatment

O tratamento facial é um momento para se sentar relaxar, desligar a mente e deixar algumas mãos experientes fazer o trabalho para você. Mas talvez não apague essa mente muito rapidamente. Você precisa ser um cliente experiente, mesmo quando você está deixando sua rotina de cuidados caírem um pouco.
Você precisa manter um olho aberto, mesmo que prefira manter os dois olhos fechados.

 

Aqui estão algumas coisas que você precisa levar em consideração quando você está pensando em fazer um tratamento facial.

 

O que um tratamento facial deve fazer?

Você geralmente ouvirá as mulheres falarem sobre o relaxamento como uma razão integral para obter um tratamento facial. Embora o relaxamento possa ser um grande componente da experiência em um tratamento facial, um relaxante facial não significa necessariamente um bom facial, e o relaxamento não deve ser o principal objetivo por trás de obter um.

 

Um consumidor inteligente procurará um tratamento facial que:

 

- Limpe a sua pele

- Remova e suavize as manchas brancas e os cravos através da extração manual

- Restaure a hidratação da pele

- Reveste a pele e suavizar as rugas com um hidratante de alta qualidade

- Esfolie a pele com um peeling ou uma máscara esfoliante

- Ameniza a descoloração, reduza as rugas e melhore o tom da pele com o uso de um tratamento com AHA ou BHA.

 

Outro sinal de um bom tratamento facial é a aplicação de protetor solar. Um esteticista experiente certamente terminará seu trabalho com uma camada saudável de protetor solar contendo apenas óxido de zinco ou dióxido de titânio como ingredientes ativos para evitar irritações, devido especialmente ao fato de que a pele de uma mulher é mais sensível após a aplicação de certos ingredientes antienvelhecimento.

 

O QUE UM TRATAMENTO FACIAL NÃO PODE FAZER


Do jeito em que algumas revistas e consultores de beleza falam sobre tratamentos faciais, você pode pensar que há pouco que eles não podem fazer, mas a verdade é que os tratamentos faciais têm limitações, e podem até não ser muito mais eficazes do que o que você pode fazer em casa. Um tratamento facial não pode:

 

- Curar a Acne

- Fazer a descoloração desaparecer

- Substituir procedimentos cosméticos como lasers, Botox ou preenchimentos dérmicos

- Curar vermelhidão ou rosácea

- Firmar a pele flácida

- Livrar-se de olhos inchados e olheiras

- Desintoxicar a pele

 

Bom Esteticista, Mal Esteticista.

Agora é aí que começa a ficar assustador. Você nunca quer que ninguém faça qualquer tipo de procedimento quando você não sabe o que está fazendo, e ninguém quer ser a cobaia para um esteticista novato. Como você saberá se você está na presença de um bom ou um mal esteticista?

 

Um bom esteticista que conheça seu comércio começará perguntando sobre a sua pele. Ele ou ela vai querer saber se você usa medicamentos e o que você está fazendo para cuidar da sua pele, já que estes fatores devem impactar a maneira como ele executa seu trabalho. Procure um esteticista que incorpora qualquer um dos seguintes itens no seu tratamento facial:

 

- A vaporização da pele, que, especialmente com vapor extremamente quente, pode fazer a pele se referir ou resultar em vasos capilares quebrados.

- Invasão desnecessária com extrações de acne que podem piorar poros entupidos ou manchar mais profundamente a sua pele.

- Óleos essenciais, que podem irritar a sua pele.

- Álcool, mentol ou cânfora, que também podem irritar a pele, prejudicar o colágeno e destruir substâncias que sua pele precisa.

- Dispositivos de rejuvenescimento facial, que ele ou ela podem não saber como operar.

 

Outro sinal de uma boa falha é uma massagem especializada. A arte da massagem é ensinada nas escolas de estética estatais acreditadas, e um bom esteticista deve ser um expert nela.

Uma boa massagem facial nunca deve envolver puxar a pele, o que pode comprometer a elasticidade da pele.

 

O que você acha que constitui um bom tratamento facial? Conte-nos sobre suas melhores (e piores) experiências em tratamentos faciais. Adoraríamos ouvi-lo.